Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado e dos Municípios da Bahia

TCE/BAHIA:RISCO

26 nov 2011

 

Raio Laser

FONTE: http://www.tribunadabahia.com.br/news.php?idAtual=99296

 

 

 

Tem tudo para virar um verdadeiro quiproquó o fato de o Ministério Público Estadual ter aberto um inquérito civil público para apurar a denúncia do conselheiro França Teixeira de que há uma ilegalidade na substituição do colega Pedro Lino pelo auditor Alberto Luis Teles Soares, que acumula o cargo de chefe da Assessoria Técnico-Jurídica do Tribunal de Contas do Estado. Em correspondência dirigida à presidente do TCE, a conselheira Ridalva Figueiredo, a promotora Rita Tourinho lembrou que a acumulação é proibida pela Lei e pede uma série de explicações sobre o procedimento a ela. Por causa da situação, França Teixeira faz uma espécie de “greve” na Corte. Apesar de ir ao Tribunal, ele se nega a participar das sessões em protesto contra a participação de Teles Soares nos julgamentos. Numa visão de outros conselheiros, o problema é se o MP toma gosto e começa a pedir informações sobre a Corte.