Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado e dos Municípios da Bahia

DEPUTADOS APROVAM FIM DO AUXÍLIO MORADIA

16 jan 2010

DEPUTADOS APROVAM FIM DO AUXILIO MORADIA PARA ALE, TC,MP E TJ/RO

DEPUTADOS APROVAM FIM DO AUXILIO MORADIA PARA ALE, TC,MP E TJ/RO
POLÍTICA – , 08/05/08
Os deputados estaduais na sessão plenária na noite dessa quarta-feira, 06/05, aprovaram o fim do auxilio moradia para Ministério Público, Tribunal de Contas, e Tribunal de Justiça e também cortaram na própria carne retirando o auxilio deles próprios.
O projeto é de autoria do deputado Miguel Sena (PV-Guajará Mirim) que acabou com o auxilio moradia dos 24 deputados estaduais que recebiam mensalmente o valor de R$ 3 mil reais cada, os 17 desembargadores do Tribunal de Justiça que recebiam R$ 3 mil reais cada, 7 conselheiros do Tribunal de Contas recebiam R$ mil reais mensais cada e os promotores de justiça que recebiam valores de R$ 3 mil reais cada.
O projeto estava engavetado há mais de oito meses e foi aprovado. O deputado Miguel Sena autor do projeto comemorou a aprovação do projeto e disse que este projeto de emenda constitucional vai trazer milhares de reais de economia aos cofres do governo e esse dinheiro poder ser investido em obras sociais beneficiando o povo de Rondônia.
O único deputado insatisfeito com o fim de auxilio moradia é o deputado Amauri dos Santos (PMDB-Jaru), que não votou no projeto por achar que o projeto é uma retaliação contra os poderes de Rondônia. Apesar de o projeto ter amparo popular segundo o deputado Amauri dos Santos o projeto não atinge o governador Ivo Cassol (sem partido) e o vice-governador João Cahulla (PPS) que continuam com o auxilio moradia.
Fonte: Rondonoticias